♫ DJAVAN

“Eu não sei

Se vem de Deus

Do céu ficar azul

Ou virá

Dos olhos teus

Essa cor

Que azuleja o dia…

Se acaso anoitecer

E o céu perder o azul

Entre o mar e o entardecer

Alga marinha, vá na maresia

Buscar ali um cheiro de azul

Essa côr não sai de mim

Bate e finca pé

A sangue de rei…

Até o sol nascer amarelinho

Queimando mansinho

Cedinho, cedinho (cedinho)

Corre e vá dizer

Pro meu benzinho

Um dizer assim

O amor é azulzinho…

Até o sol nascer amarelinho

Queimando mansinho

Cedinho, cedinho cedinho

Corre e vá dizer

Pro meu benzinho

Um dizer assim

O amor é azulzinho…”

DJAVAN

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s